A pesquisa como papel inovador na Qualidade Ambiental

Notícias, Site

A inovação está cada vez mais presente no cenário acadêmico e na área da Qualidade Ambiental não é diferente. O desenvolvimento tecnológico deixou de ser um vilão e passou a ter um papel auxiliar na minimização dos efeitos negativos das atividades produtivas para o meio ambiente.  Além disso, a população está cada vez mais interessada neste tema e exigindo posicionamento e investimento das empresas. Para o professor Dr. Claudio Luis Crescente Frankenberg, membro da Comissão Organizadora do 11º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental, a pesquisa está ligada à inovação e, desta forma, para o simpósio são esperados trabalhos que disseminem as técnicas, projetos, pesquisas e inovações na área, de forma que o evento possa ser um espaço para estas discussões.

Cientes da importância da pesquisa para o desenvolvimento do debate,  os avaliadores selecionam alguns trabalhos para apresentação no palco principal. Para Frankenberg, este é um importante incentivo para o pesquisador e um momento muito empolgante para os avaliadores. “A seleção é decorrente da avaliação do texto e leva em conta atender diferentes áreas dentro da qualidade ambiental. É muito empolgante quando começamos o processo de análise dos trabalhos, pois nos deparamos com inúmeras novidades e curiosidades”, ressalta o professor.

As inscrições de trabalhos técnicos no 11º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental vão até 06 de maio, garanta sua participação. O evento  acontece em Porto Alegre, de 02 a 04 de outubro e é realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental – Seção RS (ABES-RS) e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com apoio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mais informações em qualidadeambiental.org.br.

A pesquisa científica e seu papel no debate atual

Notícias, Site

No cenário atual, cada vez mais a busca de modelos sustentáveis de desenvolvimento e a preocupação ambiental, assim como a qualidade de vida desta e de futuras gerações, são assuntos debatidos na sociedade; e a academia se insere neste processo quando questiona o atual modelo. Desta forma, cabe à pesquisa científica apontar aos tomadores de decisão os caminhos e as soluções a serem seguidos.

Este ano, o 11º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental debaterá temas atuais como mudanças climáticas, alternativas energéticas sustentáveis, economia circular e a gestão de resíduos, reuso da água, gestão de riscos ambientais e a gestão do conhecimento para proteção ambiental. E, seguindo o modelo já adotado nas outras edições, os pesquisadores que tiverem seus trabalhos selecionados apresentarão seus artigos no palco principal.

O professor  Dr. Geraldo Antônio Reichert, Coordenador Técnico do simpósio, destaca que o evento traz importantes discussões, com participação de painelistas internacionais e nacionais. “Teremos a participação prevista de importantes nomes internacionais de países como Portugal, Espanha, África do Sul e Alemanha; além de painelistas nacionais com conhecimento da realidade brasileira e inserção internacional”, comenta Reichert.

As inscrições de trabalhos técnicos no 11º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental vão até 06 de maio, garanta sua participação. O evento  acontece em Porto Alegre, de 02 a 04 de outubro e é realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental – Seção RS (ABES-RS) e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com apoio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mais informações em qualidadeambiental.org.br.

 

Envio de trabalhos para o Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental tem prazo prorrogado

Notícias, Site

O prazo para inscrição de trabalhos acadêmicos na 11ª edição do Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental foi prorrogado. Agora, os interessados têm até o dia 06 de maio para enviarem seus artigos. O Simpósio acontece entre os dias 2 e 4 de outubro, em Porto Alegre, no Teatro da PUCRS. Este ano, o evento aborda a relação entre meio ambiente, política e economia. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site http://qualidadeambiental.org.br/.

Entre os temas a serem discutidos nos três dias de evento, estão os impactos dos fatores econômicos e políticos na definição e implantação de soluções tecnológicas, a exemplo das tecnologias para reuso de água, aproveitamento de lodos de esgotos sanitários, minimização do uso de água, eficiência energética, energias alternativas, reciclagem e reaproveitamento de resíduos sólidos. Além disso, serão discutidos também os principais problemas ambientais brasileiros e gaúchos, bem como temas como o enfrentamento das consequências das mudanças climáticas, e sua relação com a economia e a política.

O evento é realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental – Seção RS (ABES-RS) e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com apoio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental está com inscrições abertas

Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental está com inscrições abertas

Notícias, Site

Entre os dias 2 e 4 de outubro, ocorre em Porto Alegre, no Teatro da PUCRS, a 11ª edição do Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental. Este ano, o evento aborda a relação ente meio ambiente, política e economia.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas clicando aqui.

Entre os temas a serem discutidos nos três dias de evento, estão os impactos dos fatores econômicos e políticos na definição e implantação de soluções tecnológicas, a exemplo das tecnologias para reuso de água, aproveitamento de lodos de esgotos sanitários, minimização do uso de água, eficiência energética, energias alternativas, reciclagem e reaproveitamento de resíduos sólidos. Além disso, serão discutidos também os principais problemas ambientais brasileiros e gaúchos, bem como temas como o enfrentamento das consequências das mudanças climáticas, e sua relação com a economia e a política.

O evento é realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental – Seção RS (ABES-RS) e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com apoio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).