No cenário atual, cada vez mais a busca de modelos sustentáveis de desenvolvimento e a preocupação ambiental, assim como a qualidade de vida desta e de futuras gerações, são assuntos debatidos na sociedade; e a academia se insere neste processo quando questiona o atual modelo. Desta forma, cabe à pesquisa científica apontar aos tomadores de decisão os caminhos e as soluções a serem seguidos.

Este ano, o 11º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental debaterá temas atuais como mudanças climáticas, alternativas energéticas sustentáveis, economia circular e a gestão de resíduos, reuso da água, gestão de riscos ambientais e a gestão do conhecimento para proteção ambiental. E, seguindo o modelo já adotado nas outras edições, os pesquisadores que tiverem seus trabalhos selecionados apresentarão seus artigos no palco principal.

O professor  Dr. Geraldo Antônio Reichert, Coordenador Técnico do simpósio, destaca que o evento traz importantes discussões, com participação de painelistas internacionais e nacionais. “Teremos a participação prevista de importantes nomes internacionais de países como Portugal, Espanha, África do Sul e Alemanha; além de painelistas nacionais com conhecimento da realidade brasileira e inserção internacional”, comenta Reichert.

As inscrições de trabalhos técnicos no 11º Simpósio Internacional de Qualidade Ambiental vão até 06 de maio, garanta sua participação. O evento  acontece em Porto Alegre, de 02 a 04 de outubro e é realizado pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária Ambiental – Seção RS (ABES-RS) e Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com apoio da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luís Roessler (Fepam) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mais informações em qualidadeambiental.org.br.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *